Post | Envolvendo o Cliente no PDV

Com o crescimento da economia e aquecimento do mercado interno as empresas varejistas  estão investindo  cada vez mais no envolvimento do cliente no PDV. Considerando as categorias diversas,  em fortes técnicas de exposição do produto na gôndola para garantir a maior atratividade ao consumidor final,  leia-se o gerenciamento de categoria. Paralelo ao trabalho investido pelo lojista as marcas presentes no varejo investem em ações promocionais, através de material de merchandising, com foco em diferenciação e maior destaque de seu produto e promoção. Fruto da força da administração dos produtos destas marcas através do trade marketing. Considerando este cenário o PDV é um ambiente extremamente preparado para receber o consumidor que busca solucionar suas necessidades, onde irá refletir o desejo do lojista em expor perfeitamente os produtos e preços, bem como o desejo de cada marca de se sobressair diante da concorrente, na tentativa da diferenciação.

Compreender as atitudes dos gêneros no momento da compra tem sido fator relevante em estratégias de varejo para potencializar cada categoria disponível na loja. A segmentação do consumidor em gêneros traduz a necessidade de ganho de foco nas técnicas de intervenção no ambiente de compra. Uma abordagem que pode ser atribuída a todas as categorias de produtos, considerando ainda aqueles exclusivos para elas e para eles e ainda do conceito de “Shopper”, que promove, como indicador, um multiplicador no preparo da loja para receber o consumidor. Paco Underhill, observa em seu livro “Vamos às Compras” (1999), sobre esta mudança, que “os homens estão mais envolvidos com suas roupas e as mulheres têm mais o que fazer do que comprar cuecas samba-canção”. Desta forma, pesquisas de análise da situação de compra entre gêneros tem identificado e comprovado padrões de comportamentos diferentes entre eles. Segundo Underhill, as compras ainda são e sempre serão o domínio das mulheres. “Comprar é feminino. Os homens ao fazerem compras estão se engajando em uma atividade inerentemente feminina.”

Segue um exemplo dado pelo autor, com base em pesquisas de observação:

  • Mulher comprando com outra mulher: …8 minutos e 15 segundos
  • Mulher com crianças: ………………………..7 minutos e 19 segundos
  • Mulher sozinha: ………………………………..5 minutos e 2 segundos
  • Mulher com um homem: …………………….4 minutos e 41 segundos

Agora é sua vez, comente!

Por Cristiano Morley, publicitário, fundador do blog OplanoDeVoo

Bibliografia

UNDERHOLL, Paco. Vamos às Compras, a ciência do consumo, 18º Ed, Rio de Janeiro: Campos, 1999

Agora é com você, comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s