Post | Eu Blogo, Tu Blogas, Eles Comentam (Série :: Blogs 1/5)

Algo tão comum e corriqueiro na navegação, os Blogs fazem parte de muitos favoritos, na busca por uma informação diferenciada na linguagem. Seja pela informalidade proposital ou pela característica de informação “rara”, quase exclusivamente feita para você. Dividem espaço com sites, como tradicionais e grandes portais, que investem milhões em mídia. Estão nas mãos de autores, jornalistas e também de pessoas não especializadas no oficio da escrita. Com uma estilo próprio, construída pela sua singularidade na tríade:

1-Texto, 2-Link, 3-Imagem (foto/vídeo/áudio),

O blog aparece em praticamente todos os canais digitais e não somente de origem de um “diário amador”. Seu surgimento aponta para John Barger, como um dos precursores da expressão de informação na web no sentido de registros diários de suas ações. Em dezembro de 1997 cunhou o termo weblog em seu Robot Wisdom Weblog, com links como registros de suas leituras, buscando oportunidade para interação com outros de igual interesse. Peter Merholz, em 1999, encurtou o termo para “Blog”, dividindo a expressão como se pronuncia wee-blog.

Reconhecido por sua interatividade, o blog evoluiu dos registros diários para posts, como se denominam os textos publicados. Há pelo menos 10 anos o Blogger mudou a forma como se arquivam os posts na web, fazendo uso do “permalink”. Assim, transformando em páginas cada publicação, garantindo buscas futuras em endereços fixos, evitando cruzamento dos comentários.

Ponto fundamental para a interação entre leitores e bloggers os comentários permitem acesso fácil à expressão de opinião, antes fechada a grandes grupos midiáticos e jornais. Lembrando que redes sociais como as que conhecemos hoje não tinham essa representatividade e o carácter de “Mural”, no começo dos anos 2000.
Esta necessidade de se comunicar, facilitada por ferramentas livres de publicação na web, promoveu o rápido crescimento dos blogs. Com interfaces prontas para se escolher, como quem monta um prato, qualquer leigo em programação poderia ter acesso, enfim, a sua página pessoal, como o Blogger inicialmente e o WordPress de forma mais recente, permitiram.

A sobrevivência do formato blog pode se basear no seu próprio core-business: conteúdo e compartilhamento. Como ocorreu com o início do Twitter, onde se não há informação relevante a própria rede o conduz a periferia. A fórmula natural da audiência estaria na própria qualidade das publicações, que ganharam corpo. Os autores se redirecionam com links, de um post para o outro, gerando uma trama que envolve o leitor e o abraça em fidelidade ao acesso, como um grupo. A segmentação dos blogs pode ser classificada pela razão, áreas e formato de mídia – como é publicada a informação. Além dos Blogs pessoais há também os de grupos, os corporativos ou de marcas como razão. Áreas como política, saúde e comunicação, por exemplo. As mídias variam desde as textuais como blogs, fotos como fotologs, vídeos como vlogs, áudio como podcasts, entre outras.

Nos próximos posts novas abordagens sobre o universo Blog, sua relação com redes sociais, sobre o lado do Leitor, do Autor e da Marca, onde empresas cada vez mais se apropriam da linguagem blog para se aproximar de seus stakeholders. Como o Google, que anunciou seus lançamentos em tablets através do seu blog no último dia 29/10, no cenário do cancelamento do evento oficial em função do furacão Sandy.

Agora é sua vez! Comente!

Por Cristiano Morley, publicitário, fundador do blog OplanoDeVoo

Nota:

post originalmente publicado no Grupo “Comunicação Geral” na rede Facebook.com, como primeiro de cinco posts da série de Novembro, pelo projeto Comunicação em 5 Sentidos, organizado pela publicitária Aline Cadilhe.

Agora é com você, comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s