Post | Mobile Tech com Gustavo Ziller

No dia 05 de junho Gustavo Ziller palestrou em Belo Horizonte sobre o tema “O que ainda não te contaram sobre Mobile Tech”. Publicitário, Ziller é Empreendedor Endeavor e sócio-fundador da Aorta, co-fundador da Imago Filmes, colunista no Update or Die, foi colunista da Folha de S. Paulo e do jornal O Estado de Minas. Durante quase 90 minutos perpassou brevemente sobre o cenário de rupturas tecnológicas mais recentes e as reações adversas de cada época, com o então “descrédito” ao que o “novo” causaria como efeito.

Desenhou e grafou a palavra NEXO em seu braço, palavra que centralizou todo discurso da noite, ilustrando com exemplos que traduziam esse recado principal. Assim, para o publicitário, Nexo significaria a necessidade de haver entrega de sentido real para o usuário, independente da tecnologia utilizada, apesar do foco digital da palestra. Levou, apresentou e comentou cases pessoais de sucesso, como também de fracasso, mensagem que por si só tem um caráter muito forte de aprendizado, pouco visto em eventos assim, diga-se de passagem.

O conceito de NEXO em tecnologia de fato pôde ser bem exemplificado a partir da contextualização de um cenário extremamente competitivo no universo de aplicativos. Uma busca alucinada das marcas por um espaço nas lojas digitais se iniciou há alguns anos no que seria o “share of hardware”. Entretanto, somente aqueles que podem e oferecem relevância se tendem a se destacar. Aplicativos extremamente criativos e com engajamentos fortes podem se perder facilmente quando não realizam bem o necessário, quando se distanciam do core-business da marca no mercado. Bancos e empresas aéreas com acessos ruins via mobile podem estar no caminho inverso ao focar em aplicativos com outros objetivos e esquecer do básico, operações bancárias e check-ins fáceis, rápidos e eficientes.

Ziller observou ainda o potencial exponencial da tecnologia como algo que “não tem volta”. Recorda que em 2003 a Telemig Celular trazia o primeiro celular com tela colorida para Belo Horizonte, enquanto em 2007 estava sendo lançado o primeiro iPhone nos EUA, que chegaria um ano depois aqui no Brasil. Uma tendência de redução do tempo de evolução da tecnologia cada vez maior.

O que temos hoje como uma tela de complemento às outras, como a conhecida “segunda tela”, segundo Gustavo, o celular já seria a “primeira”, deixando a TV para segundo plano. Interação, portabilidade e capacidade de múltiplas tarefas traduzem uns dos principais apelos do “mini-computador” que o smartphone se transformou. Um aparelho que cabe no bolso e bem recordado, outrora ocupava metros e metros quadrados em galpões, disputado a tapas para seu uso.

Os beacons foram citados também ao final da palestra, como novo fator desafiante para as marcas, depois da era inicial do “bluetooth”. Tecnologia essa que prometeu as vantagens de operação fora de uma rede celular, mas que revelou diversas incompatibilidades com outros devices que possivelmente não o deixaram alavancar de forma sólida como solução digital. Contudo, agora, como elemento de precisão, os iBeacons possibilitam que se identifique com centímetros de precisão em tecnologia indoor a partir do novo Bluetooth (Low Energy-BLE) ligado, por demanda Push.

Neste sentido a Starbucks se tornou a maior mobile seller nos EUA, passando a Amazon, segundo Ziller. Como case apresentado, exemplifica a situação de um cliente que ao entrar na loja já é reconhecido pela Starbucks, e ao fazer seu pedido via celular, ainda na fila, pode apenas mostrar ao caixa o QR Code gerado para retirar o café, utilizando o iBeacon da Apple.

“-Não adianta o marketing digital se não tiver sentido.”

“-É irreversível.” – sobre capacidade de miniaturização da tecnologia.

Com o case da Heineken “Get in the Game” Gustavo concluiu a palestra, com o fechamento do conceito de Nexo com a campanha da marca de cerveja holandesa para a Champions League.

Case Heineken – Get in the game

Com esta apresentação podemos observar ainda mais que a capacidade de entrega, ou Nexo, ultrapassa qualquer canal, suporte ou tecnologia, a medida que temos marcas e agências preocupadas em se tornarem relevantes em sua comunicação, cada vez mais informal, forçada pela influência de redes sociais imediatistas, em um mercado cada vez mais competitivo pela atenção do consumidor.

Esse senso de urgência traz exatamente que o que importa é a marca fazer algo de entrega pelo cliente, na busca pelo espaço de exposição em crescente disputa. Oportunidade estratégica que ganha força na ênfase de posicionamento de mercado, como uma clara e objetiva maneira de atingir seu público, ao fixar assim sua mensagem.

Uma reflexão com maior abrangência em como atuar na comunicação além da mensagem em si, mas com CONTEÚDO. Mensagem que muitas vezes é revertida em PRODUTO, que demonstre de forma preponderante seu objetivo real de comunicação.

Agora é sua vez, comente!

Por Cristiano Morley, publicitário, fundador do blog OplanoDeVoo

:::  Siga no Twitter : @oplanodevoo ::: Curta a Página : facebook.com/oplanodevoo

:::  E-mail : blogoplanodevoo@gmail.com

Os comentários publicados são de responsabilidade integral de seus autores e não representam a opinião deste blog. Observando que não são permitidas mensagens com propagandas ou conteúdos ofensivos e desrespeitosos.

um comentário

  • É interessante constatar como os mobiles vêm crescentemente se convertendo em instrumentos do marketing digital. Trata-se de oportunidade excelente para a alavancagem de negócios, fazendo do aparelho não apenas um veículo de comunicação interpessoal, mas também de movimentação comercial, tal como no exemplo da cafeteria Starbucks, acima citado. Certamente será a forma mais ágil de, em um futuro breve, exercitarmos o ato de comprar.

    Curtir

Agora é com você, comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s