Aspas | “A Cauda longa” de Chris Anderson e a nova dinâmica de marketing

O livro “A Cauda Longa” é uma obra construída de forma aberta pelo seu autor, Chris Anderson, da revista americana Wired. Com ciclos de palestras que fomentaram suas pesquisas sobre o tema, mercado de massa e segmentação, o autor lançou o artigo na revista em 2004, tendo também textos expostos na internet durante a construção do livro. Chris Anderson trata do variado mix de produtos ofertados considerados não hits, ou lançamentos, que apresentam vendas baixas, porém regulares. O que em estatística um gráfico em curva “de Pareto”, na parte da direita decrescente ao longo do eixo horizontal era denominado “cauda longa”, o autor cunhou o termo “A Cauda Longa”, em referência a este contexto de mix versus sua demanda.

“O estilhaçamento da tendência dominante em zilhões de fragmentos culturais multifacetados  é algo que revoluciona em toda a sua extensão os meios de comunicação e a indústria do entretenimento. Depois de décadas de refinamento da capacidade de criar, selecionar e promover grandes sucessos, os hits já não são suficientes. O público está mudando para algo diferente, a proliferação caótica e emaranhada de…Bem, ainda não temos um termo adequado para estes não hits. Decerto, não são “fracassos”, pois, para começar, a maioria não buscava a dominação mundial. São “tudo o mais”. Chris Anderson, A Cauda Longa, 2006

O que se destaca no conceito é o quanto a tecnologia propiciou alavancar a demanda por esta oferta de mix que se apresenta com baixa profundidade de venda por sku e grande amplitude. O que antes custos altos praticamente impediam uma estocagem muito além dos denominados “Hits”, hoje, com a internet e o e-commerce, uma empresa digital como a Amazon obtém escala na venda de diversos itens neste perfil.

O livro é indiscutivelmente obrigatório para gestores em instituições como de marketing orientado a produto, com grande oportunidade a vendas e planejadores de estoque, para uma leitura de oportunidades de seu portifólio e mercado, seja a empresa on e/ou offline.

 

Fonte: Anderson, Chris. A cauda longa. A nova dinâmica de marketing e vendas: como lucrar com a fragmentação dos mercados. São Paulo, Elsevier, 2006. 240p.

Imagem Crédito: FreePik.com

Agora é sua vez, comente!

Por Cristiano Morley, publicitário, profissional de marketing e fundador do oPlanodeVoo.com. Entre em contato através do e-mail contato@oplanodevoo.com

Twitter-icon @oplanodevoo  facebook oplanodevoo    @oplanodevoo

Os comentários publicados são de responsabilidade integral de seus autores e não representam a opinião deste blog. Observando que não são permitidas mensagens com propagandas ou conteúdos ofensivos e desrespeitosos.

um comentário

Agora é com você, comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s