Post | Ativação de Marca e Red Bull Air Race

O formato estratégico, tão bem amarrado, resulta no que o Rio de Janeiro pôde conferir este ano, ou quase (pela chuva de domingo) com a corrida de aviões . A classificação final foi validada pela do dia anterior.  Mesmo assim e sem o brasileiro Adilson Kindlemann o evento foi uma festa à parte.

Temos uma categoria consolidada, que traz uma equipe com próprio nome, diversos patrocínios, investimento de marcas fortes do mercado, como uma estatal brasileira, a Petrobras.

Neste evento o energético atua tanto como mensagem final ao público presente, como meio, sem depender de um formato pronto em que entra como parceiro. A ação de marketing desenvolve seu Brand ao associar diretamente ao DNA da marca, o esporte, às ações CHAVE, como desafios, inovações e superação.

O evento traz uma cobertura ao vivo para quem está na web, na TV ou inLoco. Um parque de diversão completo para o multi-espectador. O uso de câmeras posicionadas em pontos diferentes conduz um circo à parte, com acrobacias, telões com projeções em realidade aumentada e toda uma programação de reportagens e filmetes, como se estivesse sentado no sofá de casa.

O entretenimento traz a vivência da marca. Algo como a Apple Store ou mesmo a Nike Store, de Miami, levam ao seu consumidor. A marca se multiplica. Muito mais que o logo no tênis, na calça e na camiseta do time preferido ela está no residual do imaginário. A vivência de marca traz uma carga ainda maior que o visual de um comercial.

O DNA da marca empregna na mente, pois trabalha EMOÇÃO. A experiência de marca precisa estar muito bem atrelada ao posicionamento estratégico da empresa para se consolidar. Lembra-se do circo que chega à sua cidade e você fica extasiado para conferir, como criança, o mágico ou o globo da morte? Então, o circo desta corrida de aviões funciona assim, avisa quando chega, com mega awarness, tanto na divulgação do evento como ele próprio. A proporção em que envolve o local revela a capilaridade de sua abrangência, fechando o aterro do flamengo, na cidade do Rio. Muito além de emoção é poder estar em família. Uma bebida antes associada à baladas e hoje à ação esportiva ainda ganha reforço na comunicação com os endorsers pessoais, quando os pais acompanham seus filhos.

Não é novidade uma atuação de marca como essa, considerando os patrocínios a mega-shows ou mesmo o Fifa Fan Fest. Mas a plataforma criada ultrapassa o porte de show. Cria uma atividade de atuação em que torna-se difícil separar marca da categoria. Vemos muito além de uma propaganda que vende líquido energético. O desafio da marca está em conduzir às associações que seu posicionamento vende, esporte e aventura. Um formato contraditório, onde se reforça a subjetividade da mensagem com awareness  gigante e capilar.

Agora é sua vez, comente!

Por Cristiano Morley, publicitário, fundador do blog OplanoDeVoo

Agora é com você, comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s